Mesmo os voos solitários chegam em algum lugar. Façamos de nosso Pais a Terra que sempre sonhamos viver...

segunda-feira, 11 de janeiro de 2016

Aranha paga caro pela Palhaçada feita ao Grêmio

NÃO HÁ DEFESA PARA RACISMO.
AS AGRESSÕES DOS TORCEDORES FORAM DEPLORÁVEIS, MAS É PRECISO NÃO ESQUECER.
OFENSAS RACISTAS NÃO FORAM CAUSA E SIM CONSEQUÊNCIA DA IRRESPONSABILIDADE DE UM PROFISSIONAL.

Eu estava na Arena do Grêmio naquela fatídica partida entre Grêmio e Santos, Copa do Brasil de 2014.
Casa cheia. Torcida ávida por uma volta olímpica empurrava o Time, que não correspondia. Afoito e desorientado, criava pouco e o pouco criado, desperdiçava.
O Santos levou em "banho maria", aproveitando a insegurança do adversário, marcando dois gols com naturalidade.


No segundo tempo o revés era fato consumado. Poderia jogar a noite toda, que não marcaria. Bastava ao Peixe deixar o tempo correr.
Aí apareceu a malandragem porca de Aranha.
O ocorrido entrou numa página negra da História e não precisava ter ocorrido.
Aranha, defendendo o Gol localizado em frente à Geral, facção apaixonada  da Torcida Gremista, passou a provocar, com vistas grossas da arbitragem.
A "cera" era escandalosa. Tensão aumentava.

Não satisfeito, Aranha ao retornar para o gol, premiava torcedores com sorriso irônico e palavras ofensivas. De forma dissimulada repetia "Gaúcho Veado".
Naquela noite, pela primeira vez na história da ARENA, temi por invasão de campo, para agredir um jogador.
Deu-se início a um rosário de ofensas ao provocador. Algo natural em situações similares.
Ninguém, de sã consciência, ameaça e tripudia em cima de uma multidão de apaixonados, esperando rosas e elogios.

A reação é querer ofender. Para atingir o objetivo se procura "Calcanhar de Aquiles"
Palavrões agressivos ecoaram. Corno, Filho da Puta, Veado e o Fatídico Macaco; estopim de tudo.
No meu entender, todas as ofensas são deploráveis. O que chamou atenção foi Aranha ter se revoltado apenas com o "Macaco". Não que o termo não seja abominável. Mas deu a entender.
Ele só se ofendeu com o que não é.
Nessa hora o Estádio entendeu o porquê ser chamado de Aranha. É o que ele tem no entre pernas.


Racismo tem de ser evitado sempre, mas não foi o que ocorreu ali. Testemunhávamos comoção e revolta, contra um palhaço que provocou e deu uma de "putinha assustada".
Racismo foi o que aconteceu com Tinga, em jogo contra o Real Garcilaso, no Peru.
Tratava-se de um profissional, preparando-se pra entrar em campo para exercer seu trabalho, sem atacar ninguém e sendo tratado com preconceito.
A visível diferença de postura e dignidade.
Tinga, aviltado em seus direitos de Ser Humano, atacado da forma mais sórdida possível, mostrou porque não é conhecido como"aracnídeo peçonhento" .
Lamentou educadamente. Não procurou holofotes. Evitou discursos empolgados e agiu como homem.
Aranha, igual a pavão, vestiu Purpurina e saiu gesticulando. Melou o jogo e conseguiu seus 15 segundos de fama. Acabou prejudicando Grêmio e a vida de uma menina, que se deixou levar pela situação.
A repercussão, não por acaso, foi gigantesca. A CBF e a Globo, há muito esperavam a deixa pra prejudicar Fábio Koff, na época Presidente Tricolor.


Koff havia liderado movimento pra tirar Campeonato brasileiro da CBF, acabando com as regalias da Plin Plin, com sua eterna exclusividade nas transmissões dos jogos.
Armaram o Circo. Logo surgiram entidades disso e daquilo. Verdadeiro festival de demagogia, servindo a interesses pouco preocupados com o "Racismo". Foi um massacre e o Grêmio acabou eliminado da Copa.
O mais triste foi perceber a passividade de Noveletto, da Federação Gaúcha. Não moveu uma palha, em defesa de seu Afiliado.
Koff, ao ser perguntado sobre sua opinião, a respeito da eliminação do Grêmio, fez valer sua experiência e tripudiou sobre à demagogia:
- Se for pra eliminar o Racismo dos estádios, concordo.
Não era louco pra comprar Guerra contra o Sistema e a Opinião Pública, de cabeça feita. Sabia que não demoraria de se ter a prova, que o Festival nada tinha de Campanha anti racista.
O destino fez sua parte. Montou a arapuca e mostrou  quem serve a quem.
Em jogo contra o Cruzeiro (MG), o lateral esquerdo Fabrício perdeu a paciência e desabafou contra a torcida.
Na época não se sabia. Interesses queriam criar um craque artificial, o Lateral do Junior Geferson. O plano era valorizá-lo com convocação pra Seleção e vendê-lo a preço de ouro. Para obter sucesso, fundamental fritar Fabrício, com apoio de alguns jornalistas e Torcidas Organizadas.
O rapaz não suportou a pressão e, ao externar a revolta, foi chamado de macaco, por gente da Arquibancada.


Tudo igual ao ocorrido na ARENA. Câmeras flagraram as ofensas, mas a mídia Gaúcha foi proibida de veicular. federação pr5essionou CBF e o assunto ficou por isso mesmo.
A Imprensa no Mundo noticiou o surto de Fabrício, que bastava tocar na bola pra ser vaiado. Ninguém comentou sobre o racismo.
Fabrício recebeu certeza de bom contrato, com o próprio Cruzeiro, desde que dissesse não ter ouvido ou visto, o que até os "Quero Queros" ali presentes escutaram.
Nada de novidade. De falcatrua em falcatrua de cartolas e seus interesses, o Brasil vai levando de 7x1 e caindo no Ranking.
E Aranha, como ficou?
Nem os colegas de profissão, independente da cor de pele, concordaram com a baixaria protagonizada. Continuou ainda aparecendo na Mídia, pousando de Paladino. Depois da punição ao Grêmio, o interesse pelas merdas que saiam de sua boca deixou de existir. Luzes se apagaram.
Deixou o Santos e sua carreira, que já não era das mais brilhantes, virou banco.
Passou igual a ninguém pelo Palmeiras e, novamente dispensado, busca Clube.
A continuar, tem tudo pra ser reserva na Várzea.
Nem pense em jogar no Municipal. Em Montenegro não se aceita esse tipo de gente.
Aqui se faz, aqui se paga.
O Inferno é aqui.
VOU ALI VOMITAR E JÁ VOLTO.
Coisas de um país que virou uma coisa.
E Assim o Mundo Gira e o brasil se Afunda


27 comentários:

  1. easim o gremio perdendo conquista mais um titulo inedito pra sua historia ja que o futebol nao tem fica os titulos micos das manchetes foi igual achega do ronaldinho gaucho que colocaram caixas de som eo r 10 nem apareceu foi pras prais do rio hahhahahha

    ResponderExcluir
  2. Meu Deus cara, quanta imaginação. Acho que os 15 anos sem título afetaram a tua mente.

    ResponderExcluir
  3. É triste ver Colorados pensando de forma passional.
    Triste é saber.
    Devem engrossar o Coro a exigir transparência de Políticos. defendem a moralização, a verdade, investigação e punições, desde que não envolva seu Clube ou o adversário.
    Todo Povo tem os 7x1 que merece.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. concordo com tudo que disse...
      gosto muito de futebol, mas é por essas razões que já não assisto mais, pois foi a única maneira que encontrei de protestar...
      tudo no Brasil é as avessas, seja no futebol, televisão, educação, e principalmente política, e como você falou o povo brasileiro sempre olha para si próprio e nunca enxerga aqueles que estão ao seu redor.

      Excluir
  4. Vendo certos comentários, começo a entender o pq de um 5x0 todo ano. E ainda assim a humildade passa longe.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vendo esse teu comentário eu entendo pq tá a 15 anos sem comemorar nada

      Excluir
  5. Concordo com o postado. Também estava no jogo, vendo aquela palhaçada do goleiro e o juiz conivente. O Grêmio precisava ser punido. Não puniram o Santos, quando torcedores gritaram palavras racistas ao mesmo goleiro, nem o Colorado, no caso Fabrício. Sem falar no "julgador" que havia manifestado racismo e mesmo assim julgou o GRÊMIO.

    ResponderExcluir
  6. Sou negro gremista sofremos mais racismo dos negros colorados que os brancos o racismo pra mim e falta de capacidade e assumir oqie gosta e ama independente se do outro lado a mais descendentes de outras etnias e culturas diferentes ser gremista e negro e uma quebra de barreiras entre nossa própria raça!

    ResponderExcluir
  7. Colorados falando em imaginação...quando em 2005 fizeram até DVD pra provar "teoria da conspiração",vão lavar com soda!obvio que foi boicote.

    ResponderExcluir
  8. Enquanto os raciocínios sobre estes acontecimentos nos estádios estiverem vestidos ou de azul ou de vermelho, ou de quaisquer outras cores clubísticas não podem ser levados a serio.

    ResponderExcluir
  9. Parabéns pelo seu comentário.... falou tudo!

    ResponderExcluir
  10. Sou colorado.e achei descabivel o que fez o aranha. Um clube nao pode ser punido por uma agressão verbal vinda da torcida.da qual o clube nao pode evitar...identifiquem o torcedor.e cobrem dele a respondabilidade por seus atos e nao do clube.por se isto pega, meudeus e muito simpled eu colorado vestirbs camida do gremio e ir la na arena em um grenal e.desacatar um jogador de pele morana do inter e prejudicar o time da casa..e pro cidadão q o fez nao da nada...as.leis sao lentas e atrazadas.!!!

    ResponderExcluir
  11. Sou colorado.e achei descabivel o que fez o aranha. Um clube nao pode ser punido por uma agressão verbal vinda da torcida.da qual o clube nao pode evitar...identifiquem o torcedor.e cobrem dele a respondabilidade por seus atos e nao do clube.por se isto pega, meudeus e muito simpled eu colorado vestirbs camida do gremio e ir la na arena em um grenal e.desacatar um jogador de pele morana do inter e prejudicar o time da casa..e pro cidadão q o fez nao da nada...as.leis sao lentas e atrazadas.!!!

    ResponderExcluir
  12. Disse tudo meu amigo,essa é toda e amais pura das verdades,como disse depois de um dia vem o outro...não cuspas,se amanhã terás que lamber.Sempre houve em todos os estádios e continua havendo as tais ofensas,isso é balela,peguntem ao Pelé,o rei do futebol,do que ele já foi chamado,sacanearam por demais o GRÊMIO.Sou branco e grande coisa,não tenho preconceito algum com prêtos,inclusive tenho muitos amigos,que convivo e muito bem,no chamamos de negão ou de outros,grande coisa...paramos com essa frescura...isso é só para os fracos,somos todos iguais e viramos pó do mesmo jeito...essa coisa foi armada e continua sendo,até pelo próprio governo em vários aspectos,exemplo de uma ,as cotas na Universidade...negros não tem capacidade...ora vão se catar...temos mais o que fazer...

    ResponderExcluir
  13. PARABENS DISSE TUDO.. MAS TEM UNS QUE NÃO QUEREM A VERDADE...SÓ ACEITAM QUANDO E DO INTERESSE DELES (caso corintians ))

    ResponderExcluir
  14. Ricardo Furlanetto12 de janeiro de 2016 17:58

    Parabéns Tricolor, estou até hoje com esse aranha engasgado na goela. E o único comunicador q teve coragem de informar a "reação" de nossa torcida foi o Everton Cunha (Mr PI), no Pretinho Básico.

    ResponderExcluir
  15. Cara, que CAMINHÃO DE MERDA. Parabéns.

    ResponderExcluir
  16. Eu gostaria que aqueles que disseram não concordar, mostrem aone faltei com a verdade e nos brinde com sua versão dos fatos, de forma embasada e não via paixão clubistica.

    ResponderExcluir
  17. A crítica construtiva é um privilégio recebe. O simples entra com ofensas, sem argumentar, apenas fortalece o postado.

    ResponderExcluir
  18. Concordei em partes... mas respeito a tua opinião... abraço

    ResponderExcluir
  19. Concordei em partes... mas respeito a tua opinião... abraço

    ResponderExcluir
  20. e porisso coloridas de merdas viadinhas que voces tomaram 5 no rabo,seus viados.

    ResponderExcluir
  21. Pra não ficar na ofensa rasa, então, que ainda acho ser o que merecia o autor deste texto, vou apresentar os elementos que me fazem querer ofendê-lo.

    Primeiro aspecto fundamental disso tudo é não levar em conta o PÉSSIMO português. Vou deixar que Gil Vicente se remexa na tumba sozinho.

    Além de racista, homofóbico e machista o autor corre sério risco de responder a processos de calúnia, injúria ou difamação.

    Vamos lá:
    RACISMO
    "O ocorrido entrou numa página negra da História e não precisava ter ocorrido. Aranha, defendendo o Gol localizado em frente à Geral, facção apaixonada da Torcida Gremista, passou a provocar, com vistas grossas da arbitragem. A "cera" era escandalosa. Tensão aumentava." (...) A reação é querer ofender. Para atingir o objetivo se procura "Calcanhar de Aquiles" (...) Palavrões agressivos ecoaram. Corno, Filho da Puta, Veado e o Fatídico Macaco; estopim de tudo. O que chamou atenção foi Aranha ter se revoltado apenas com o "Macaco".

    "Apenas com o macaco?" Sabe por que o negro é ofendido como "macaco"? Porque é considerado um ser não evoluído, uma espécie antes do homo sapiens. Ou seja, Aranha foi chamado de um não-humano só porque tem a pele negra.

    CALÚNIA
    Aranha ao retornar para o gol, premiava torcedores com sorriso irônico e palavras ofensivas. De forma dissimulada repetia "Gaúcho Veado" (SIC).

    Inacreditável que NENHUMA câmera, NEM AS DO GRÊMIO, tenham apresentado essas imagens.

    ILUSÃO
    "Koff havia liderado movimento pra tirar Campeonato brasileiro da CBF, acabando com as regalias da Plin Plin, com sua eterna exclusividade nas transmissões dos jogos.
    Armaram o Circo. Logo surgiram entidades disso e daquilo. Verdadeiro festival de demagogia, servindo a interesses pouco preocupados com o "Racismo". Foi um massacre e o Grêmio acabou eliminado da Copa."

    O próprio Koff, em sua biografia, elogia a Globo pelas negociações com o futebol brasileiro. Inclusive, no ano em que o campeonato não foi organizado pela CBF, a Globo foi a responsável pela transmissão, e "salvou" o torneio. Ela tem a exclusividade, INFELIZMENTE, porque é a única que PAGA por isso.

    MENTIRA
    Na época não se sabia. Interesses queriam criar um craque artificial, o Lateral do Junior Geferson. O plano era valorizá-lo com convocação pra Seleção e vendê-lo a preço de ouro. Para obter sucesso, fundamental fritar Fabrício, com apoio de alguns jornalistas e Torcidas Organizadas. O rapaz não suportou a pressão e, ao externar a revolta, foi chamado de macaco, por gente da Arquibancada.

    Mais uma vez, nenhuma câmera flagrou o estádio em massa xingando o jogador com palavras racistas. Que sorte tem esse Inter...


    MACHISTA
    "Nessa hora o Estádio entendeu o porquê ser chamado de Aranha. É o que ele tem no entre pernas.
    um palhaço que provocou e deu uma de "putinha assustada". Aranha, igual a pavão, vestiu Purpurina e saiu gesticulando. Melou o jogo e conseguiu seus 15 segundos de fama. Acabou prejudicando Grêmio e a vida de uma menina, que se deixou levar pela situação." (SIC)

    Quer dizer então que, por ter se sentido mal com as ofensas racistas, o goleiro é uma mulher? É uma característica feminina? A mulher é frágil, menor do que o homem?


    DIFAMAÇÃO
    "a mídia Gaúcha foi proibida de veicular. federação pr5essionou CBF e o assunto ficou por isso mesmo.
    A Imprensa no Mundo noticiou o surto de Fabrício, que bastava tocar na bola pra ser vaiado. Ninguém comentou sobre o racismo." (SIC)

    Trabalho na ~mídia gaúcha~ e GARANTO: ninguém foi procurado pra ~abafar casos~ ou não falar sobre qualquer coisa.

    Então, antes de partir pra outras ofensas, revê o conceito de ~paixão clubística~. E, principalmente, repete a quinta série, para melhorar o português.

    ResponderExcluir
  22. Fazia tempo que não lia tanta bobagem quanto a presente no último comentário. Primeiramente por falar do português, sendo que escreveu de forma bem distante da norma culta. Logo após, discorre sobre crimes que não possui qualquer qualificação ou conhecimento para identificar ou explicar. Por fim, fala que trabalha na mídia e que não foi procurado, ora senhores, quem procurará alguém que se presta a ofender e desqualificar a opinião de outro colega? Normalmente pessoas reconhecidas e formadoras de opinião causam preocupação, não os anônimos da Internet, como eu e você aí sentado e preocupado com a possibilidade de terem finalmente falado algo inteligente e verdadeiro sobre o sofrido futebol brasileiro. Abraço

    ResponderExcluir